sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Joelma - a terceira pior cantora do Brasil

De tempos em tempos surge no Brasil e no cenário musical, aquela cantora ou cantor que só nos trás desgosto ou vergonha alheia pelo seu trabalho para representar o país. Isso não acontece somente no Brasil, mas sim em diversos países ao redor da Terra e muitos desses cantores considerados bregas não são produtos de exportação e muitos não aparecem na mídia devido seu grau de insanidade artística. Isso acomete ao brasileiro um chamado inesperado, porque sempre tivemos cantores bregas ou que passam por seriíssimos agravamentos vergonhosos. Os cantores bregas sempre foram bregas e nunca deixaram que isso acometesse uma irregularidade em seus currículos. Pudera. Os tempos eram outros e o investimento neste segmento era caro, alto para os padrões do que era chamado de brega. Havia o orgulho de ser brega. Havia a necessidade de ser brega. As pessoas não tinham vergonha em dizer seus ídolos preferidos e muitos deles eram bregas.

Hoje essa breguice passou a se chamar cafonice e muitos cantores bregas passaram a ser chamados de lixo comercial, o que eu chamo e considero de quilo de lixo brasileiro, produto sem exportação e sem a necessidade de ser altamente reconhecido. Os tempos mudaram, o brega mudou, o cafona deixou de ser algo impopular e dos horizontes de bandas musicais, tivemos acesso direto ao camarote VIP da televisão e o passaporte carimbado de artistas sem noção, artistas sem reconhecimento algum e artistas indesejosos.

Neste meio surgiram cantoras e bandas de forró ou sertanejos ou duplas de cantores que são um verdadeiro vexame e que não compensa citar todos aqui porque seria uma injustiça com aqueles que eu possivelmente esqueceria. Uns cantam bem, outros representam muito bem seu estado natal, mas muitos passaram do cenário nacional generalizado para o canal aberto das aberrações. E para começar, cito a cantora Joelma, da banda Calypso, como exemplo de como ser considerada uma das piores cantoras do Brasil.

Joelma não canta, Joelma grita. Joelma não dança, Joelma pula. Joelma não é uma cantora, Joelma é uma cigarra oxigenada do porão do sertão que apareceu para ser queimada em praça publica. Joelma é o esgoto que precisamos para transportarmos nossa sujeira musical. Uma cantora que mereceria ter todos os seus discos queimados. Suas danças são horripilantes e seu grau de conhecimento musical e artístico é nulo, praticamente zero. Joelma é a pertencente numero três da série de cantoras que estragam, denigram, hostilizam, mascaram e apedreja um Brasil doente e vitiligoso culturalmente.

Os critérios para ser considerada uma das piores cantoras do Brasil são tão simplórios, que basta olharmos Joelma ou sua banda. Uma cantora sem fundamentos, sem estilos, sem cruzamentos direto com a cultura, sem valor. Berra mais do que canta, pula mais do que dança e mais parece um ventríloquo do que uma mulher. Infelizmente temos que lidar com este tipo de personalidade na mídia, na TV aberta, nas capas de revistas de fofoca ou até mesmo nas redes sociais. Essa lama de má conduta artística não terá um fim, porque se mata uma Joelma hoje, nasce uma Joelma amanhã e para isso renasce a mesma Joelma que outrora estava morta e enterrada e assim caminha a humanidade.

Deixemos o brega no passado e nos concentremos nas aberrações da cafonice protagonizada por Joelma e truque limitada: o verdadeiro lixo brasileiro.



Marcelo Teixeira

12 comentários:

Anônimo disse...

Concordo. O gosto musical dos brasileiros está de mau pra pior. É tanto lixo musical tocando por aí: Forró, funk, pagode, axé, arrocha, breganejo(sertanojo)... É cada um pior que o outro

Anônimo disse...

nossa que palhaçada, isso é uma falta de respeito com o artista, ela é tão ruim que ganha o seu dinheiro honestamente sem precisar difamar ninguém pra chamar a atenção, que nem vc ta tentando fazer ( kkkkkkkkkkkk coitado) é por isso que esse Brasil não vai pra frente, pois ninguém respeita mais ninguém, ou os gostos alheios.
pessoas que nem vc que envergonham o nosso país e que podem sim ser chamado de lixo

Max Costa disse...

Gosto é gosto. Isso tem que ser respeitado

Riquelme Leonan disse...

Eu discordo absolutamente de tudo que li. O que eu vi aqui não foi uma análise mais técnica, mas um ponto de vista extremamente preconceituoso. Primeiro, não conheço outra banda que carregue consigo todo o significado do termo "brasilidade" como a Banda Calypso! Uma banda genuinamente brasileira, não no sentido de ser de origem brasileira, mas por ter nitidamente visível a essência cultural de um dos maiores patrimônios do Brasil, a Amazônia. Sim, essência CULTURAL! Foi isso mesmo que eu disse! Calypso é cultura! Cultura genuinamente popular!

É uma pena que muita gente esteja cega pela catarata do preconceito e com a mente paralítica, a ponto de não se sentir motivado a ir em busca de conhecimento.

A Banda Calypso foi responsável por apresentar ao Brasil um Brasil desconhecido, puxou a capa que escondia aspectos da cultura brasileira que contribuem para a nossa identidade como um povo. Joelma e Chimbinha deram uma parcela de visibilidade ao Norte, parcela considerada pequena em comparação ao que o Norte realmente merece. Por meio da música que muitos rotulam de ''brega'' e ''cafona'', trouxeram à tona o que os Nortistas têm de melhor, a musicalidade, a culinária, a fauna, a flora, a vida do pescador e das comunidades ribeirinhas, as lendas, as crenças, os vícios de linguagem e outras características marcantes.

Joelma traz na sua dança a tradição indígena do Carimbó, uma dança que traz a expressividade irreverente dos negros e o encanto do requebrado da cintura das mulheres, que com os cabelos ornamentados com ramos de flores e saias coloridas que voam com o vento, não deixam a cultura local morrer, que na verdade é muito nacional.

No quadro mais popular, Joelma dança ritmos caribenhos e latinos com uma elegância muito particular, se expressa com coreografias próprias que serviram de inspiração para muitas cantoras do segmento e conquistaram a admiração de pessoas de todas as idades, culturas e formações.
Vulgaridade é uma palavra que não existe no repertório de Joelma!

Chimbinha é o responsável pelos refrões marcantes. Arranjos e letras simples, nada comparado aos versos de Carlos Drummond de Andrade ou qualquer outro poeta popular, mas letras ingênuas que traduzem o cotidiano das pessoas, os altos e baixos do amor, o lado divertido da vida, sem nenhuma apelação ao consumo de álcool e drogas, violência e imoralidade sexual. Isso não pode ser um desserviço à sociedade. Só pode ser uma contribuição à ordem e moral, apesar de simples. Calypso bebe da mesma fonte que Os Paralamas do Sucesso e o Rei Roberto Carlos beberam. A origem é comum, levadas de guitarra, Ska, Twist e Jovem Guarda fazem parte do repertório dos três. Por que a Banda Calypso tem que ser a pior?

Joelma tem o canto marcante. Criou a sua identidade vocal que é reconhecida por muitos. Demonstra a sua habilidade de cantar e dançar ao mesmo tempo sem usar nenhum recurso tecnológico, o que a torna diferente de muitos ''popstars'' que desfrutam de sucesso mundial.

Desafinada e histérica? Talvez, mas se deve levar em conta que se trata de uma cantora soprano que canta ao vivo, com a extensão vocal pequena, que significa uma voz frágil, porém mais eficiente em notas agudas, mas que tende a ser mais irregular devido aos movimentos intensos da dança.

Para muitos, a banda pode continuar sendo uma porcaria, mas não se pode negar que a sua base é a cultura paraense. Calypso não fere a dignidade de ninguém!

Joaci Nascimento disse...

Vergonhoso,acumulo de lixo é sua índole blogueiro de meia-tigela!Vc não é um simples critico ou analista,vc é nada mais nada menos que um preconceituoso!E aquele imbecil que comentou la em cima?Preferiu ficar no anonimo mesmo ao Ives de postar seu nome ou foto e ser ridicularizado porque se não gosta dos ritmos mencionados...Cai gostar de quê imbecil?

Catia disse...

Pobre Joelma!!! Mas a bichinha é desafinada demais!! Óbvio que gosto é gosto e exatemente por isso devemos respeitar o ponto de vista do blogueiro. Ela tem uma voz de taquara rachada sim. Temos que ter bom senso!! Apesar de que as letras das canções não são das piores. Dependendo da ocasião até consigo divertir-me e dançar ao som da desafinada Joelma. Mas o tal do funk...ahhhh NĀO, esse não dá. Esse é o fundo do poço, o lixo do lixo!!!!

As pessoas criticaram o autor do blog, porém ele está com a razão. Nosso país está carente de artistas e de boas musícas. Por alguma razão não estão conseguindo fazer "cantigas" de qualidades. Infelizmente, pois nem sempre foi assim. O Brasil lá fora é respeitado por ser responsável por gêneros como a Bossa Nova, o bom Samba de raíz, Chorinho...Muitos países colocam a Bossa Nova para tocar em shoppings, restaurantes, linhas aereas...e datalhe, com artístas hiper jovens totalmente desconhecidos no nosso país, mas que tem fama internacional.

Não concordo com a opinião do anônimo sobre alguns rítmos. Acho que o bom Forró, o Sertanejo de qualidade, o Carimbó e outros ritmos regionais são maravilhosos. O problema é que surgiram pseudas bandas que emporcalharam determinados estilos musicais. Com letras extremamente pobres, apelativas que lastimosamente nos faz sentir vergonha da nossa música e nos induz a sentir ojeriza de ouvir alguns gêneros regionais.

A análise feita pelo Marcelo Teixeira foi acertadíssima. Vamos torcer para que surja uma nova geraçāo de cantores bons, que tenham consciência e respeito cultural. Nosso país e nosso povo merece!!


Roberto Gemaque disse...

Bom Senhor crítico sem noção você ficou em 1° lugar nos sem cultura. Provalvemente você gostou dessa posição. Quero falar contigo no hangout.

Aguardando uma resposta sua. Ass: Roberto Gemaque.

Marcelo Teixeira disse...

Roberto, não posso responder ao seu post por alguns motivos, tais como: eu tenho reconhecimento de grandes artistas da música popular brasileira e já entrevistei diversas delas; porque a Joelma é a pior cantora do Brasil em todos os sentidos e porque sua Língua Portuguesa é muito pobre para confrontar com a minha! Abraços.
Marcelo Teixeira.

Monica Cristina disse...

O seu gosto é o MPB, não curti a Joelma, mas muitos gostam. Acredito que dava para criticar melhor, isso não foi crítica foi preconceito mesmo. Respeite o gosto de cada um!

Daniel Pentecoste disse...

Quem é RAINHA nunca perder a MAJESTADE!!!!!!!!

JOELMA estamos com vc!!!!!! Essa mulher é uma Deusa!!!!!!!!! Pisa em todas os cantores da atualidade em termos de voz, tecnica, gingado e principalmente carisma!!!!!!!! A unica coisa que falta para a Deusa se tornar uma artista completa e começar a compor!!!!!!!

Eu amo muito a minha RAINHA JOELMA!!!!!!!

PAULINELI PAULINELIPAULINELI disse...

Seus textos são ótimos ! Viva à verdadeira Música Brasileira !

Wemerson Piedade disse...

Acho que as pessoas só criticam a Joelma pq não conhece bem o trabalho dela, ouve uma ou duas músicas e dizem que o trabalho todo não presta,a Banda Calypso quebrou muitos preconceitos pra chegar aonde chegou e ela é umas das únicas cantoras que não faz personagem pra fingir o que não é e sim ela é ela mesma, pode chamar ela de analfabeta pq quem sabe ela não teve uma boa educação escolar como VC mas ela é humilde e sabe respeitar as pessoas por ai e essas críticas só faz que o trabalho dela seja mais abençoado por Deus